História do tambor: você sabe como surgiu esse instrumento?

O tambor é um instrumento musical bastante popular. Mas você sabe como ele surgiu? Usado em diversos gêneros, ele é composto por um corpo circular que, de um modo geral, é feito de madeira e possui uma pele tensionada sobre uma extremidade. É batendo nessa pele que o som sairá do instrumento. Quer saber mais sobre a história do tambor? Continue lendo esse artigo.

Existem vários tipos de tambor, dentre eles o djembe, conga, surdo, bateria e a caixa. Trata-se de um instrumento muito importante para diversas culturas e estilos musicais. Dentre as principais, ele pode ser encontrado no rock, reggae, samba, carnaval, jazz e até mesmo orquestras.

O tambor pode ser tocado sozinho ou mesmo em conjunto com outros instrumentos. Ele é responsável por dar ritmo e impulso para as melodias. Mas sua importância está além da música. Em algumas culturas, acredita-se que o tambor seja necessário para uma conexão espiritual. Por isso eles podem ser usados em celebrações, festivais e até em ritos religiosos.

Além disso, ele tem um papel essencial na promoção da diversidade cultural entre as pessoas. É comum que os indivíduos se reúnam para tocar tambor e dançar juntos. E isso independe da origem, religião e etc. Por isso o tambor traz uma sensação de união e é valorizado em várias partes do mundo.

História do tambor: como ele surgiu

A história do tambor é incerta, assim como sua origem. Existem várias teorias para o surgimento do instrumento. Alguns pesquisadores acreditam que ele surgiu na África há milhares de anos e era utilizado, principalmente, em cerimônias religiosas e culturais. Enquanto isso, outros estudiosos defendem a teoria de que o tambor foi desenvolvido em outras regiões do mundo, como a América do Sul.

Mas uma coisa é certa: há muito tempo, o tambor já era utilizado pelos antigos povos egípcios, gregos e romanos. O instrumento estava presente em diferentes contextos, dentre eles rituais militares e até religiosos. Com o passar do tempo o tambor foi se popularizando até alcançar lugares em diversas culturas e em diferentes gêneros musicais.

O tambor pode ser utilizado em diversos tamanhos, materiais e tipos de som. Essa evolução foi acontecendo para que o instrumento alcançasse diferentes estilos musicais. Tudo isso para manter a importância do instrumento e toda a sua relevância para a cultura mundial.

Esse instrumento é bastante popular e versátil, por isso pode ser utilizado em uma série de contextos diferentes. Os principais são musicais, eventos esportivos, ritos religiosos e militares.

Como os tambores são feitos

Os tambores são fabricados de diversos materiais. E a confecção do instrumento vai variar de acordo com o tipo de matéria-prima utilizada para sua criação. Mas de um modo geral, na hora de produzir um tambor, algumas etapas são seguidas. São elas:

Escolha do material: A seleção do material passa por uma série de fatores. Dentre os principais estão a escolha da madeira para criar o corpo do tambor, bem como do couro e do metal utilizados para finalização do instrumento.

Moldagem: A moldagem é extremamente importante durante o processo de fabricação de um tambor. Ela é feita a partir do corte dos materiais, ou seja, da madeira ou do metal em formato cilíndrico. Além disso, o couro que reveste o corpo do tambor também é revestido.

Hora de montar: Material escolhido e moldado, é hora de começar a montagem do tambor. Como o instrumento recebe todo o molde antes, esse processo é relativamente simples. O principal trabalho será unir as partes do tambor. Para isso, várias técnicas são utilizadas, dentre elas o encaixe e colagem.

Finalização e acabamento: Após montar o tambor, é preciso dar um acabamento bem bonito para que o instrumento fique com um design interessante. De um modo geral, são utilizados o lixamento e polimento tanto na madeira quanto no metal. Já o couro recebe tratamento com óleos e outros produtos.

Ajuste final: Feito todo o processo é hora de dar um ajuste final no tambor. Essa etapa passa por uma detalhada afinação do instrumento. Dessa forma é possível aliviar a tensão das cordas ou, em caso de tambores de fricção, regular o afrouxamento.

As inúmeras maneiras de se produzir um tambor irão variar de acordo com a cultura ou mesmo das tradições musicais. Citamos algumas etapas mais básicas que envolvem a produção do instrumento de um modo geral.

Afinal, tocar tambor é difícil?

Quem vê de fora tende a crer que tocar tambor é difícil. A princípio pode parecer muita informação e até complicado, principalmente para pessoas com pouca coordenação motora. Mas podemos garantir: com esforço e dedicação é mais do que possível aprender a tocar, independente da idade da pessoa.

O primeiro passo, pode parecer óbvio, mas é conseguir um tambor. Ter o seu próprio instrumento vai te ajudar a treinar em casa e ir pegando o ritmo com mais facilidade. Saber exatamente o que deseja tocar é imprescindível. Alguns tambores, por exemplo, precisam de baquetas, outros não. Estude bem sobre cada um a fim de determinar o que deseja aprender.

Na hora de aprender a tocar um tambor, pense no básico. Ele é um ótimo pontapé inicial. Antes de tocar, estude um pouco sobre o instrumento, saiba como segurar as baquetas, como dar diferentes intensidades e ritmos às batidas e comece a treinar a prática junto à teoria.

E por falar em básico, a dica vale também para os ritmos. Muitas pessoas tendem a querer começar do mais difícil e, por isso, tendem a desanimar e acharem que tocar o instrumento é difícil. Por isso, nossa dica é começar com ritmos mais básicos, como o samba, rock e reggae.

Muitas pessoas conseguem aprender a tocar o tambor ou qualquer outro instrumento sozinha. Se não for o seu caso, está tudo bem. Uma ótima ideia é começar a ter aulas, de preferência presenciais, para aprender e aprimorar suas habilidades com um professor por perto para te auxiliar.

Por fim, criar o hábito é extremamente importante, afinal, a prática leva a perfeição e para conseguir tocar bem, o tambor precisa fazer parte da sua rotina.

Agora que você já sabe onde surgiu, como é feito e até mesmo práticas para aprender a tocar, nos conte no comentário: você conhecia a história do tambor?

Conhecendo a fundo atividades vivenciais: Dinâmica com bateria de samba

Os desafios de um mestre. Como driblá-los e ter a confiança da sua equipe?

Resolvendo Conflitos Empresariais e Fomentando um Ambiente de Trabalho Harmonioso

Workshop de liderança, o que é e como é participar de um

plugins premium WordPress