Grandes nomes do samba: a história de Cléber Augusto e Ronaldinho Craque do Samba

Ronaldinho Craque do Samba e Cleber Augusto

Grandes nomes do samba: a história de Cléber Augusto e Ronaldinho Craque do Samba

Desde a sua fundação, o grande propósito da Apito de Mestre é reverenciar a história da música brasileira, exaltando os grandes nomes do samba que ajudaram a transformar esse ritmo em uma paixão nacional.

Ronaldinho Craque do Samba e Cleber Augusto

Em algumas ocasiões, nós temos a honra de dividir o palco com algumas dessas personalidades. Foi o que aconteceu no último dia 26 de fevereiro, durante o baile pré-Carnaval, realizado na cidade de São Carlos.

Naquela ocasião, além do nosso elenco fixo, o show contou com as participações especiais de Ronaldinho do Banjo, o Craque do Samba, e o Poeta Cléber Augusto. Ambos são ex-integrantes do grupo Fundo de Quintal. Neste post, nós vamos apresentar a trajetória de cada um deles.

Cléber Augusto: o poeta e a voz calada do samba

Que ninguém duvide da habilidade de Cleber Augusto com um violão de seis ou sete cordas. Um dos grandes nomes do samba, ele é nascido em 4/8/1950, no Rio de Janeiro.

Poeta Cleber Augusto

Artista, músico, compositor e intérprete, ele teve passagem marcante pelo grupo Fundo de Quintal, onde permaneceu por 25 anos. Ao longo desse período, participou da gravação de diversos álbuns.

Flertando com a poesia mais uma vez, o “poeta calado” usa o título de algumas de suas músicas mais famosas para resumir uma trajetória tão inspiradora, marcada por diversas premiações.

“Uma ‘carta musicada’ traz muita ‘lucidez’ que passaram pelas ‘minhas andanças’.  ‘A amizade’ trouxe também outros artistas renomados de expressão. ‘A voz calada do samba’ traz consigo a emoção de expressar no seu violão, usando como a grande força dos seus seguidores que fazem a voz como um mutirão de amor e único em todos os tons. Valeu por vocês existirem, amigos”, escreveu ao blog da Apito de Mestre.

No elenco do Grupo Apito de Mestre temos a honra de possuir o afilhado dele, Beto Deyvis, que também é cantor, compositor e mantém o seu legado com sua voz e violão, produzindo um samba de alta qualidade

Ronaldinho Craque do Samba: o mestre das composições

Assim como o poeta Cléber Augusto, Ronaldinho Craque do samba foi outro artista que escreveu seu nome na  história do samba. Além do reconhecido talento, ambos têm em comum a passagem pelo Fundo de Quintal.

Ronaldinho Craque do Samba

Embora reconheça a importância do período em que permaneceu no grupo, ele oficializou sua saída em 2017. Entre os seus trabalhos preferidos, ele destaca o álbum Livre Para Sonhar, de 1997, pois acredita que, naquela época, já estava plenamente entrosado com os colegas de banda. É um dos compositores da música que empresta seu nome a este CD.

Quatro anos mais tarde, em 2001, músicas de autoria dos então integrantes do Fundo de Quintal foram incluídas no repertório do CD “Papo de Samba”. Ronaldinho Craque do Samba esteve representado, naquela oportunidade, pela faixa “Numa Casa Véia”, fruto de uma parceria com Mário Sérgio e Sereno.

Show Clube Sao Carlos

Com esse texto, nós fazemos uma singela homenagem aos grandes nomes do samba. E fazemos questão de ressaltar o nosso orgulho da participação desses artistas nos shows da Apito de Mestre. Para conhecer melhor a dinâmica dos nossos shows, inscreva-se em nosso canal no Youtube. Até a próxima.